terça-feira, 21 de novembro de 2017

Não consigo parar de pensar

Tua cabeça não para e as ideias vão e vem. Não dá pra controlar, as vezes esse furacão interno sai em forma de água pelos olhos. 
Tua mente não te pertence, estar fixa numa ideia parece loucura e isso te detona. Cansa todos os dias você ter que direcionar teus passos para um lugar feito de concreto, e não para um lugar com areia movediça.

Como se fossem ondas, assim são teus momentos, eles atingem um pico tão alto que te derrubam no mar que tira o folego da vida. Aprenda a nadar, se não...
As palavras não conseguem dizer, a música não consegue cantar, as fotografias não conseguem capturar de fato aquilo que está dentro da tua alma. Apenas sentindo saberão o que se passa no teu corpo. Corpo porque não é algo apenas espiritual, tua carne treme, tua cabeça explode, teu coração acelera e tua boca gagueja lentamente todas palavras que precisam ser ditas. 

Apenas respire, reflita, converse consigo mesma e não deixe o mar te engolir. 

sábado, 18 de novembro de 2017

Descobri porque eu tava mal

Nós nascemos, reproduzimos e morremos. No meio desse ciclo resumido e generalizado há tanta coisa que livro nenhum de Ciências conseguiria explicar na nossa fase escolar. São tantos sentimentos, são tantas alegrias, são tantas tristezas, são tantas raivas e são tantas decepções.
O medo de me decepcionar quase me matou e foi num dia simples pensando sobre a vida que eu percebi isso. Por muito tempo eu venho chorado e cultivado uma tristeza sem tamanho dentro de mim e só agora eu percebi que tudo nasceu por causa de um medo (não chame ele de bobo).
O que fazer agora que sei a verdade? Buscar a paz, essa é minha resposta. Eu me enchi de textos, vídeos, de histórias de outras pessoas e ninguém conseguia traduzir o que eu sentia, isso é porquê sou eu que sinto, mas vejo que essa busca inalcançável pelo sentido da vida serviu de alguma coisa.
No momento não posso falar com todas as letras que estou bem, mas estou bem melhor do que estava antes, não tenho incertezas sobre esse fato e não estou com pressa pra ficar ótima.

Vou tentar exprimir meus sentimentos em simples palavras para que você entenda o que é medo de se decepcionar. Esse medo traz: falta de perspectiva, objetivos vazios, baixa auto-estima, incerteza da vida, falta de fé, coisas que parecem durar eternamente de forma negativa, entre outros. É algo muito complexo porque o sentimento não cabe em você, isso te emaranha ao ponto de você se esquecer o porquê de se sentir assim.
Bem, era assim que eu me sentia, por isso todos os dias eu chorava com medo de viver, me negava sair diversas vezes, tudo que tinha que fazer era um fardo, me afastei de amigos,até pensei estar depressiva. Mas, na verdade, era o medo de me decepcionar com as minhas escolhas.
Como isso aconteceu? Basicamente na sua mente parece que todas suas opções de seguir em frente são erradas e te trarão consequências pesadíssimas. Eu tinha medo de me decepcionar com Deus, meu namoro, meus amigos, minha faculdade, com as minhas escolhas profissionais e também medo de decepcionar meus familiares. 

Eu não sei ainda como sair disso, mas te digo que quando você encontra o X da questão tudo fica mais fácil de se enfrentar, trabalhar o auto domínio é algo que eu tenho em mente e ser sempre sincera comigo mesma, talvez esses sejam os primeiros capítulos da minha vida nova e eu nem saiba, mas só vou descobrir se eu viver.
Precisamos ter em mente que decepções são inevitáveis, meu medo era (assim seja) de sofrer uma e por causa disso acabei sofrendo muito mais. A partir de agora minha meta é viver bem, tenho muitos problemas ainda pra resolver, entretanto ter minha visão aberta para isso é algo MUITO bom. 

terça-feira, 26 de maio de 2015

Você não é um unicórnio, você é um rinoceronte.

Ser um rinoceronte não é tão ruim como você está pensando.
Por muito tempo eu quis ser um unicórnio, mas eu sempre fui um rinoceronte. Eu lia coisas de unicórnio, eu comia coisas de unicórnio, queria vestir roupas que os unicórnios vestiam e, o pior de tudo, me inspirava em um unicórnio. 
Muitos me apoiavam para ser um unicórnio, outros falavam que eu era legal sendo um rinoceronte, porém o bom mesmo era eu ser um rinoceronte melhor.
Sei que essa analogia está confusa, mas o que eu quero passar nesse texto é que nós devemos mirar nos alvos certos. É muito bom sonhar, mas existem sonhos que reprimem a gente e impedem o nosso crescimento.
Quando eu me aceitei rinoceronte tudo mudou. Eu parei de querer ser um unicórnio para agradar os outros e comecei a ser um rinoceronte. Os unicórnios são bonitos, mas eu nasci rinoceronte. Então, passei a ler coisas de rinoceronte e a me inspirar no melhor rinoceronte que existe. Comecei a usar roupas que valorizavam meu corpo de rinoceronte e a andar com pessoas que me aceitavam como um rinoceronte mesmo. 
Sei que todos os dias eu posso melhorar minha versão rinoceronesca, mas agora estou ciente que nunca serei um unicórnio, e não choro por causa disso.
Pensa comigo: um mundo só de unicórnios não seria tão legal. 
Você pode ser um unicórnio, um rinoceronte, uma girafa ou um boto-cor-de-rosa, porém o segredo está em saber quem você é, criar o alvo e, então, atirar no centro.